A verdade é que te amo. Te amo muito. E te quero também. Tu é a menina mais linda do mundo. Ontem eu sonhei que a gente voltava, aí eu perguntava se tu ainda me amava e tu me abraçava forte e a gente chorava, tu olhava pra mim e dizia "eu vou te matar" hahaha, tua cara dizer isso, mas enfim. O destino insiste em separar a gente, eu quero que tu seja muito feliz. Se tu for feliz, eu também vou ser feliz, prometo. Mas agora não é nosso tempo, quem sabe um dia vai ser. Ou quem sabe não.

        When I really want something, I use to pray and I make a condition with God. If that thing is not going to bring me happiness, I ask Him to show me somehow. I just do my best and I know, God will do the rest. (Quando eu quero muito alguma coisa, eu costumo rezar e eu faço uma condição com Deus. Se aquela coisa não me trará felicidade, eu peço a Ele pra me mostrar de alguma forma. Eu apenas dou o melhor de mim e eu sei, Deus fará  o resto.)
Coisas da vida.
  • Com 3 anos:Você sabe pouco da vida e imita a maioria das pessoas a sua volta.
  • Com 4 anos:Imitar não é suficiente, então você começa a perguntar os porquês da vida.
  • Com 5 anos:Todo mundo fala “Quando você for maior vai fazer isso”.
  • Com 6 anos:Você aprende a ler e descobre mais e mais sobre o mundo.
  • Com 7 anos:Você também já começa a entender um pouco de Matemática.
  • Com 8 anos:Você decora muitas coisas.
  • Com 9 anos:Você já vai a alguns lugares sozinho.
  • Com 10 anos:Você se acha grande por ser o maior dos menores.
  • Com 11 anos:Você se acha pequeno por ser o menor dos maiores.
  • Com 12 anos:Você já tem algumas mudanças no seu corpo.
  • Com 13 anos:Você acha que sabe muito sobre o certo e o errado.
  • Com 14 anos:Você começa a arriscar.
  • Com 15 anos:Você precisa de mais responsabilidade que antes.
  • Com 16 anos:Provavelmente alguém já partiu seu coração.
  • Com 17 anos:Você tem que escolher que rumo vai dar para sua vida.
  • Com 18 anos:Você percebe que tudo que você fez contribuiu para o que você é hoje.
  • Com 19 anos:Nem todos os seus amigos tem os mesmos interesses que você.
  • Com 20 anos:Você já sabe que também é responsável pelo mundo e não dá para voltar atrás.
O que diabos fizeram com meu coração? Foram apenas três anos, eu não consigo entender. Que tipo horrível de pessoa eu me tornei? E por que eu não consigo voltar a ser eu? Sinto saudades de mim. Sinto como se minha alma estivesse afastada do meu corpo.

O amor

        Imagina uma droga muito forte. Agora imagine o amor. Você viveu sua vida inteira sem ele, e nunca precisou disto. Agora alguém legal te oferece, e você mergulha de cara, você gosta da sensação mais do que tudo, você sente-se feliz. Agora você tem que deixar ele, por que você descobre que ele te faz mal. Você vai ter recaídas, vai fazer besteiras, e vai sofrer muito por causa da abstinência. Seu corpo vai sentir isso. Dependendo da intensidade dessa droga, da sua força de vontade e da quantidade de verdadeiros amigos que você tem, você sairá vivo no final, ou não.

-Natã Cavalcante

Quando perde a graça

        Nós crescemos, sonhamos, amamos, fazemos amizades e nos apaixonamos por coisas, pessoas etc...
Sempre fui um rapaz alegre. Gosto de sorrir. Não sou bonitão, nem sou do tipo sarado. Não tenho olhos claros. Porém sou satisfeito comigo mesmo, em todos os aspectos.
        Hoje, nesse bendito começo de agosto, percebi que minha cabeça está um pouco desviada do padrão que me representa. Sempre busquei criar oportunidades de gargalhar, de conhecer pessoas novas, de vestir uma roupa diferente, enfim.
        Percebi hoje, a princípio, que não almejo nenhuma companhia. Digo, sempre defendi que estamos pensando em um "alguém", não importa a época. Tem sempre aquela pessoa que você pensa antes de dormir. É isso, não concordo mais.
        Tô sentindo um oco imenso, e nada aqui onde estou, tá preenchendo. Eu poderia ir pra maior festa da cidade, ver meus amigos, conhecer uma guria legal e quem sabe até ficaríamos. Mas aqui onde moro, todas as festas são iguais, com as mesmas músicas, com os mesmos amigos e as mesmas gurias. Logo decidi que ficar em casa sem fazer nada, ou ir à festa ia dar no mesmo. Digo, não faz mais sentido ficar aqui onde não tenho mais sonhos, onde não tenho vontade de sair, onde não estou apaixonado por alguém. Tô cansado, não vejo a hora de me mudar. E de mudar.


-Natã Cavalcante

        Tudo que você faz ou tudo que você deixa de fazer, tem um interesse por trás. Ou a falta dele. Não importa a merda que você faça, ou aquela boa atitude que você tomou, ou que agora não toma mais. As pessoas só fazem o que querem, e esquecem rapidamente do que já não interessa. Por trás de toda desculpa esfarrapada tem uma falta de interesse gigante, pense nisso.

-Natã Cavalcante
Você só me fez mudar, mas depois mudou de mim.

-Gram
Tô precisando mudar. Tô precisando sair. Tô precisando viajar, tô precisando ir embora...
"Quer saber, tô cansado de não fazer nada!
Vou sair, procurar alguns amigos, tentar me divertir. Espera...
Não tem amigos agora. Aqueles estão longe, e os outros foram embora.
Agora estou eu aqui, sozinho. E o gato.
Vou é ler, pra o tempo passar mais rápido e eu sair dessa fase."

-Natã Cavalcante

        Sim cara, eu entendo você. Eu também estava gostando muito daquela garota. Tudo começou muito bem, eu sou do tipo "me apego rápido e intensamente", mas já sofri um bocado. Depois que as aulas acabaram ela parou de me ligar, parou de me atender, não respondia mais SMS, enfim. Se foi. O pior de tudo é que eu já esperava que isso acontecesse. É sempre assim.

-Natã Cavalcante
        O problema das pessoas é que elas não se importam. Muitos ainda vão se perder no meio do caminho por causa disso. Digo por que já vi que não se importavam comigo, e parti. Já vi partirem por eu não me importar também. É tudo uma droga. Mas te digo uma coisa, se você realmente gosta de alguém, por mais difícil que seja demonstrar algo pra ela, mesmo que você tenha o coração de pedra, demonstre ao menos que você se importa. Pergunte se está tudo bem. Diga "se cuida". Dorme bem. Como foi seu dia?...
Vê se não faça merda também, isso demonstra que você não se importa e caga com tudo.
-Natã Cavalcante
        Eu percebi que tava gostando de você quando olhava pra outra garota e não achava graça nenhuma.
-Anônimo
        Eu sou vários! Há multidões em mim. Na mesa de minha alma sentam-se muitos, e eu sou todos eles. Há um velho, uma criança, um sábio, um tolo. Você nunca saberá com quem está sentado ou quanto tempo permanecerá com cada um de mim. Mas prometo que, se nos sentarmos à mesa, nesse ritual sagrado eu lhe entregarei ao menos um dos tantos que sou, e correrei os riscos de estarmos juntos no mesmo plano. Desde logo, evite ilusões: também tenho um lado mau, ruim, que tento manter preso e que quando se solta me envergonha. Não sou santo, nem exemplo, infelizmente. Entre tantos, um dia me descubro, um dia serei eu mesmo, definitivamente. Como já foi dito: ouse conquistar a ti mesmo. 
-Nietzsche

Que seja o começo...


        Quero mais disso, essa sensação de imortalidade que sinto nesses abraços. Essa saudade boa que sinto das coisas, essa vontade de ser feliz.
        Me sinto cada vez mais capaz de conseguir o que quero, e veja bem: Só precisamos de vontade e amor próprio. O resto vem de brinde. Tô aprendendo a ser menos egoísta, a respeitar o direito dos outros, e a ser mais flexível com opiniões e defeitos alheios.
        Não é fácil amadurecer, amar é difícil e estudar é chato. Mais o tempo vai passando e as obrigações não são tão chatas como antes. Resolver meus próprios problemas se tornou uma coisa divertida, eu nunca me senti tão independente, e isso é incrível.
        Estou me sentindo mais completo a cada dia, e o melhor é que não estou recebendo ajuda de ninguém. Não é egoísmo, mas tudo que faço é pensando no melhor pra mim, e acho que isso é o certo.

-Natã Cavalcante
“Meu anjo fala gírias, simplifica palavras, faz besteiras, sente medo, sonha. Meu anjo não tem asas, mas me faz voar. Meu anjo não é perfeito, mas foi feito para mim.”
- Autor desconhecido
[...]a exposição de retratos parece não ter nenhum rosto, só tinta. De repente você se surpreende que alguém tenha se dado ao trabalho de pintá-los.

Olho pra você e prefiro de longe olhar para você do que para todos os retratos do mundo[...]

-Frank O’hara

“Os dois riram juntos, e ela percebeu que gostava do som da risada dele.”
— Nicholas Sparks



Amadurecer



É, não adianta mesmo se apressar....
Querer que as coisas aconteçam todas de uma só vez. Querer que a tristeza vá embora amanhã. Querer que tudo dê certo na hora que você quer.
Precisamos ter conhecimento dos nossos atos, dos nossos amores e das nossas dores. Vai chegar um tempo em que você não irá se importar com o passado. Vais saber que se sente feliz por si mesmo, e que sua felicidade não depende de ninguém mais, senão de você.
E quando achar que sua vida finalmente está calma, e que você se sente bem e tranquilo, não sentirá mais falta de nada. Saberá que o simples fato de você estar saudável já é motivo para comemorar, e aí sim estará preparado para uma dose de felicidade pura.
Sua vida estará aberta para realizações pessoais. Você se sentirá capaz de cada vez ir mais longe. E o amor virá devagar, com todo o descuido, bater na tua porta.

Portões



Ainda que eu não possa esquecer
E Deus sabe os motivos...
Hei de guardar cada lembrança como tesouro
Originado de cada mínimo pensamento.
O desespero e angústia não me derrubarão,
Apesar da nostalgia desses velhos novos dias.
Pois a cada momento o passado me fará enxergar
O que no presente posso ter.
Cada lembrança me fará me reconstruir dos velhos pedaços...
Hei de fazer do passado não minhas correntes, mas meus balões...
Não meus muros, mas minhas portas...
Não o abismo das impossibilidades, mas meu grito de liberdade.
Para a partir de quem fui, do que tive, do que perdi...
Ser quem sou.



Lorem Krsna e Natã Cavalcante

Ao som de City And Colour.

"Ela não está aqui agora.
Eu não posso pegar um carro amanhã para ir vê-la, por que ela está a muitas milhas de onde estou agora.
Ela me entende, do jeito dela, que acho muito legal por sinal.
Seu coração é mais belo que seu sorriso e seu cabelo, que por sinal são diferentes e eu gosto muito.
Ela é minha melhor companheira em certos momentos, ainda que de certa distância. É tão real que acho que vou encontrar com ela no centro da cidade a qualquer instante.
Eu vejo uma pessoa especial, talvez a menina mais legal com quem irei conversar em toda minha vida, tenho a sorte de ter ela como amiga, eu a tenho dentro do meu coração.
Ás vezes juro que estou falando com minha irmã mais nova, e mesmo sem nunca ter abraçado ou cheirado, sinto saudades.
Eu sei que irei tocar uma canção no violão pra ela.
Sei que iremos fazer muitas fotografias.
Acho que ela também vai tocar uma canção pra mim.
Tenho muitas coisas pra falar pra ela ainda.
Muitos chocolates pra comer com ela também."

        Não consigo imaginar muitas palavras pra te dizer, mas desde o dia em que te pedi conselhos amorosos, por que tu era uma estranha, até o dia de hoje, quero te dizer obrigado. Pois é, quero que saiba que teu coração é lindo e que um dia tu vai ser tão feliz a ponto de querer gritar muito alto, é sério.

Feliz aniversário hahaha!!!


Dedos cruzados

Estou me sentindo vivo!!!!!!!!!
Já fazia mais de um mês que minha mente estava desestimulada e minha vida sem graça. No entanto, nunca me conformo. Nenhum ser humano devia se contentar com nada.
Minha vida pode mudar drasticamente nos próximos meses, e pra muito melhor. Mesmo que não dê certo, eu estarei feliz, por que sei que sou capaz de tocar as estrelas. Somando tudo na minha vida, eu tô até feliz, de verdade.
Acho que ninguém devia desanimar, por que para todo estímulo existe uma resposta. Temos que gerar mais estímulos, acho todo mundo muito sem graça. Me acho sem graça às vezes, mas é só falta de companhia. No geral estou sempre animado. Ultimamente. 

Uma forma estranha de amar


        As pessoas falam demais sobre o amor. Uns mais duros, outros mais utópicos. Mas uma coisa me intriga muito: As mudanças que ocorrem com o surgir ou com o decorrer dos relacionamentos. Ouço muito dizerem "Eu mudei por você"; "Eu não sou mais o mesmo depois de você", e isso é tido como uma coisa boa, mas cuidado! Claro que as pessoas podem melhorar e amadurecer em vários pontos ao conviver com alguém que seja referência para tal, porém nunca se deve mudar de personalidade por causa de alguém. Eu fico abismado com o que acontece com algumas pessoas ao terminarem relacionamentos. É mesmo uma desgraça às vezes, eu posso dizer isso por que tive essa experiência. Parece que a pessoa se revolta, e quer viver do seu jeito, o que não viveu todo o tempo com o antigo parceiro, tudo de uma só vez, gerando um comportamento estranho. Dessa forma eu defendo: Não se deve mudar por alguém, não se deve esquecer quem você é. Se você conhece os defeitos de alguém que ama, analise bem, e aceite-os se puder. Saiba conviver com eles, e até lidar com eles. Mas não tente bloqueá-los. Se não, você está com a pessoa errada. Assim deves também ser consigo mesmo, não mude na essência. Procure absorver coisas boas do seu parceiro, mas não tente ser outra pessoa para impressioná-la. Você vai se desgastar facilmente com o tempo, isso é muito perceptível. Seja você, um dia alguém vai te aceitar pra que você também possa aceitar essa pessoa.

-Natã Cavalcante

Saiba dos seus sentimentos (:

Muitas vezes tu irás achar que está apaixonado. Mas na verdade está apenas sozinho, e consequentemente sensível. Não se apegue com o carinho de alguém, se você não está bem consigo mesmo. Se apaixone quando estiver preparado, senão irás sofrer mais ainda. Outra vez poderá achar que está com saudades de alguém. Um amor passado. Vais achar que tal amor ainda existe. Mas na verdade tua mente está vazia. Quando a mente está vazia, ela é preenchida pelo passado, e o passado não volta. Cuidado pra não fazer burradas, e achar que ainda ama alguém. Você não ama mais, já passou, isso é apenas desapego que te perturba te cutucando com flashes do que passou. Mas lembre, nada mais é como antes. Você nunca mais vai conseguir ser como um ano atrás. Olhe pra frente. Pra cima. Nunca pra trás. É sério.
        Cuidado pra não confundir a afetividade da amizade com a afetividade da sexualidade, da atração e do amor. Muitas vezes acabamos nos apaixonando por um amigo(a) próximo(a) que não quer mais do que sua amizade. Entre amigos existem beijos, abraços, conversas, brincadeiras. É preciso saber diferenciar bem as coisas. É preciso tomar muito cuidado pra não sofrer nessa vida, as quedas são altas e dolorosas.
        Se pensas em conquistar alguém, seja você mesmo. Não tente ser outra pessoa pra agradar alguém. Melhore se puder, mas mantenha a essência. Não busque entender o que você sente de uma só vez, viva sempre uma coisa de cada vez, respeite o tempo, o coração, a sua saúde. Tenha paciência consigo mesmo (:

-Natã Cavalcante
“Você quer transar?” Não, na verdade. “Você não gostou de mim?” Gostei. Você tem uma feição bonita. Seu corpo é maravilhoso, até onde consegui ver. Adorei seus pés, são pequenos e bem cuidados. Seu cheiro é gostoso, também. “Obrigada. Mas?” Sei lá, não estou mais a fim. Acho que eu estava me sentindo meio solitário, meu telefone não tem tocado muito ultimamente. “Você vai pagar pra alguém falar contigo, é isso?” É. Acho que sim. Patético, eu sei. É que, atualmente, encontrar alguém pra trepar anda mais fácil que alguém disposto a escutar você. No futuro sua profissão será extinta, e nas esquinas haverá pilhas de gente com bons ouvidos, anunciando uma hora de papo por cinquenta contos. O cafuné será o novo boquete.”
— Gabito Nunes

Felicidade chata


Eu tento entender como eu posso estar tão completo e vazio ao mesmo tempo. Eu sempre me queixo da falta de uma boa companhia, mas não é bem isso. Estou precisando de algo grande, pelo menos diferente pra me animar. Eu tenho tudo, digo isso de forma geral. Minha vida se encontra equilibrada, estou vivendo um bom momento, mas me ocorre que eu estou entediado, muito mais do que eu estava naqueles momentos de tristeza. Dessa vez tá difícil, não sei o que fazer. Não estou sentindo a vida, não estou sentindo nada. Só sei que estou feliz, e não estou contente. Não sei se dá pra explicar, ou se alguém entende isso. Talvez seja falta de uma boa companheira mesmo, mas isso é clichê. Por isso, eu digo que queria mesmo era poder viajar, ou conseguir algo que ninguém conseguiu antes, ou pular de para-quedas, sei lá. Tô com saudades de viver...

Natã Cavalcante'

Tropeçando em rumo a felicidade

        Muitas vezes nos encontramos desesperados para viver. É um caos que nos cerca, um incômodo que aparece nos forçando a participar da vida, para sermos finalmente felizes. É a agonia de ter sucesso profissional, de encontrar o grande amor da sua vida, mas com isso tudo forçando dentro da cabeça, não conseguimos ser quem realmente está dentro de cada um de nós. É preciso relaxar, ver o mundo, estudar possibilidades, e ver os caminhos que estão bem na nossa frente. Sim, temos sempre que dar o melhor de nós, seja no que for. Mas o desespero não leva a nada.
        Devemos buscar sempre, mas se não der certo não será o fim do mundo. Todos nós queremos coisas boas e infinitas, e nem sempre isso acontece, causando frustração, traumas e muito sofrimento. Não se pode pensar dessa forma, ou então sairá dizendo que sua vida é um eterno fracasso. As coisas não dão certo sempre. Mas você precisa tentar outra vez, ou buscar outras possibilidades, ganhar experiências, em tudo. Aprende-se a viver não é quando se está feliz,  e sim quando começa a descobrir que a felicidade e a tristeza são impostores. Nenhum dos dois duram pra sempre. A vida é feita de momentos, e quando você menos imaginar, o momento certo pra cada coisa irá surgir, e cabe a você determinar esses momentos com cautela. Mas quem sou eu pra dizer isso, não consigo nem ao menos citar meia dúzia desses momentos...
Enfim, é tropeçando nas coisas que tudo dará certo. Sejamos cuidadosos, porém as possibilidades que você cria quase nunca irão dar certo. Perceba as que vêm do mundo, de fora da sua mente, e saiba utilizá-las!



Natã Cavalcante'

Amizade - Desapego - Solidão

         Tão bom é ter amizades, e poder contar com elas em tantos dos momentos difíceis que atravessamos na vida. Mais ainda, é quando você está no chão. Sem perspectivas, e abraçado em meio a tantos pensamentos ruins. Aí sim, você entenderá o que é um amigo.
        Mas o ponto desse texto, é sobre a amizade entre um homem e uma mulher. Ou menino e menina. Muitas vezes buscar amizade em alguém do sexo oposto é ótimo. Há sempre algo novo a aprender, e geralmente quando há mesmo amizade verdadeira, os dois criam um forte laço. Bem, este laço incontáveis vezes é confundido com outro tipo de atração. Infelizmente, muitas vezes um dos dois acaba vendo mais do que a simples amizade. Cria expectativas, e acaba sozinho por gerar medo na outra pessoa.
        Uma certa vez contei a alguém que estava apaixonado por uma amiga minha, uma das melhores. Falei pra esse alguém que essa menina havia me dito que existia apenas amizade entre a gente. Nada mais, e que gostava muito de mim, como amigo claro. Juro que não entendi, por que dois grandes amigos não podem apaixonar-se. Bom, ela me lançou essa filosofia. A pessoa a quem eu falei, me respondeu dizendo que eu "tenho cara de amigo já", e por isso essas pessoas só querem amizade comigo. Estou enjoando de ser só o amigo. Só o cara legal, fofo, bonito, mas que não passa de um amigo. Que bosta, sinceramente, eu estou mudando de personalidade por causa disso. Já é a terceira vez que essa história se repete na minha vida, e eu me sinto só. É, me sinto só. Com tantas pessoas ao meu redor e tudo mais.
        Deviam perceber o momento em que acendem algo dentro de mim. Eu sou frágil demais a sentimentos. Me apego fácil e intensamente. Sempre acabo na lama por causa disso. Estou mudando. A chave pra tudo é sem dúvida o desapego. Mas com isso, me torno um ser humano pobre. Vejo isso em outras pessoas, incapazes de enxergar sentimentalismo, ou romantismo. Por que nada existe, segundo elas. E eu estou me tornando assim, infelizmente. É um paradoxo. Mas estou muito cansado. Cansado de pessoas sem sentimentos. Cansado de pessoas que seguem coisas banais. Estou vivendo sem emoção, aprendendo a bloquear sentimentos. Não sei se isso é bom, mas a solidão não incomoda mais tanto assim.

Natã Cavalcante

Triste ano velho


        Simplesmente não sei. Às vezes começo a escrever e me perco entre as palavras. As várias palavras que não fazem o mínimo sentido. Nem a vida. Nada.
Eu odeio esperar. Odeio ter que ver tudo passar na minha frente dessa forma. Eu me odeio por não ter nenhum problema, e reclamar tanto de mim. Me odeio por ter a vida perfeita e ainda me sentir sozinho. Não consigo me entender, e nem ao menos sei como chamar esse sentimento.
        Não posso dizer que minha vida seria ótima sem as mudanças, por que elas me trouxeram flores, que me fizeram sorrir, e que depois foram embora, e eu fiquei triste, mas eu estava vivo. Eu estou vivo agora. Digo, eu me sinto vivo. Mas que diabos me faz tão vivo e tão desconfortável?
        E digo isso de mim mesmo, não tenho para onde correr. Só posso esperar. Dor, saudades, pesadelos, solidão, o tempo...
Nada tem passado ultimamente. A única coisa que tenho notado de diferente em mim, com o passar desse "tempo" é meu cabelo que cresce.
        Tá tudo fugindo de mim. E o pior, é que sempre que eu estou com alguém que eu gosto muito, começo a desabafar, tudo que aconteceu comigo esse ano. E já perdi as contas, de quantas vezes já fiz isso. Ainda me sinto preso, eu acho. Tenho pressa de chegar ao futuro.
Queria um ano diferente, não me sinto "eu" como antes. Seria bom, que esse ano fosse o avesso desse passado. Seria realmente bom.
        Quero muito bem a várias pessoas, aquelas que me deixam vivo. Hoje eu estou com 24 dias de férias. Apenas em um dia eu voltei feliz pra casa. Me restam 34, e queria pelo menos mais outro dia desses, antes de voltar para a faculdade.
        Queria voltar a sentir, qualquer coisa que não seja solidão. Estou perdendo o medo das coisas, aprendendo a viver, amadurecendo.
        Enfim, triste ano velho sem fim.

Natã Cavalcante'

Poema de um suicida(Stephen Chbosky)




Em uma folha de papel amarelo com linhas verdes ele escreveu um poema
E o intitulou "Chops" porque era o nome de seu cão
E era o que estava em toda parte
E seu professor lhe deu um A e uma estrela dourada
E sua mãe o abraçou à porta da cozinha e leu o poema para as tias
Era o ano em que o padre Tracy levava todas as crianças ao zoológico
E ele deixou que cantassem no ônibus
E sua irmãzinha tinha nascido com unhas minúsculas e nenhum cabelo
E sua mãe e seu pai se beijaram tanto
E a garota da esquina mandou para ele um cartão de Dias dos Namorados assinado com vários X
e ele teve de perguntar ao pai o que significava X
E seu pai deixou que ele dormisse na sua cama à noite
E era sempre lá que ele dormia
Em uma folha de papel com linhas azuis ele escreveu um poema
E o intitulou "Outono"
porque era o nome da estação
E era o que estava em toda parte
E seu professor lhe deu um A
e o pediu para escrever com mais clareza
E sua mãe não o abraçou à porta da cozinha por causa da pintura nova
E as crianças disseram a ele que o padre Tracy fumava cigarros
E largava as guimbas no banco da igreja
E às vezes elas faziam buracos
Que era o ano de sua irmã usar óculos com lentes grossas e armação preta
E a garota da esquina riu
quando ele pediu para ver Papai Noel
E os garotos perguntaram por que
a mãe e o pai se beijavam tanto
E seu pai não o cobria mais na cama à noite
E seu pai ficou furioso
quando ele chorou por isso.
Em um pedaço de papel de seu caderno
ele escreveu um poema
E o intitulou "Inocência: Uma Questão"
porque a questão era sobre uma garota
E isso estava em toda parte
E seu professor lhe deu um A
e um olhar muito estranho
E sua mãe não o abraçou à porta da cozinha
porque ele nunca o mostrou a ela
Foi o primeiro ano depois da morte do padre Tracy
E ele esqueceu como terminava
o Creio em Deus Pai
E ele pegou a irmã
se agarrando na varanda dos fundos
E sua mãe e seu pai nunca se beijavam
nem mesmo conversavam
E a garota da esquina
usava maquiagem demais
O que fez ele tossir quando a beijou mas ele a beijou mesmo assim porque era a coisa certa a fazer
E às três da manhã ele se aninhou na cama seu pai roncava alto
É por isso que no verso de uma folha de papel pardo
ele tentou outro poema
E o intitulou de "Absolutamente Nada"
Porque era o que estava em toda parte
E ele se deu um A
e um corte em cada maldito pulso
E se encostou na porta do banheiro porque nessa hora ele não pensou que poderia alcançar a cozinha.

Dizem que é impossível ser feliz sozinho. Eu discordo, mas é muito bom ter alguém que bagunce seu cabelo, alguém que você possa bagunçar o cabelo.
 
           Natã Cavalcante

Bagunça


Depois de tudo, até existiu alguém que me bagunçou. Na verdade, foi mesmo um tumulto em mim. Abusou e ocupou minha mente, de um jeito muito bom. Lembrava eu sempre, daquele sorriso absurdo. Sei que foi assim, descarregava meus pesos com um abraço, sem saber que disso era capaz; fazia coisas bobas, mesmo, que me faziam feliz. Escrevi muito sobre ela, pensando nela, mas não pra ela. Padeci com ela. Difícil mesmo era ela precisar de mim, tão quanto eu precisava dela. E se foi sem ter vindo. Mais uma vez.

Natã Cavalcante'

O medo, a dor e a saudade.

A vida é sempre cheia de altos e baixos, e muitas vezes o alto nos cega de vez, e isso nos faz pensar que teremos tudo para sempre, e que o novo sempre virá com mais alegria. Na pior das hipóteses, nossa base é quebrada e tudo vai ao chão. São sentimentos levados. Sombras que ficam na nossa mente, nos derrubando da capacidade de simplesmente ser o que éramos. Lugares perdidos, amizades que não voltam. E nada é como antes. Primeiro, eu me amedronto com o que a vida me oferece, já que eu tinha a felicidade do meu lado e perdi em um piscar de luzes. Um flash que veio e me levou ao abismo. Solidão. Cansaço mental. Tédio constante, e nada te alegra. Nada que devia te alegrar, te fazer sorrir, ou tranquilizar funciona. Parece que nos perdemos completamente. Sempre me dizem "tudo passa"; "você vai ser feliz", usam isso como conforto. Eu queria saber por que confio nessas palavras, por que eu mereço ser feliz, mas continuo triste. Acho que deve ser a saudade. Olhar para o passado e ver aquele espelho sorrindo, com tudo diante do nariz, dá sensação de afogamento às vezes. Voltar para casa se torna diferente. Os amigos não te recebem ou conversam como antes. Daí eu penso que tudo acabou, e as pessoas novas que surgem na minha vida, mesmo as maravilhosas não me garantem nada. Sinto saudade de alguns lugares, que sei se eu for outra vez vai me causar dor, a mesma dor que me incomoda todos os dias junto com as lembranças. A dor que ainda não passou.

Minha pobre poesia






        "Você morena, tem um jeito estranho que me faz tão bem e
me faz tão mal. Teu abraço me conforta.
E me destrói.
        Teu sorriso me desmancha o rosto de vez. Já me perdi no escuro dos teus olhos, menina...
        Quando toco a tua mão, não sei se devo sorrir, por que ela não é minha. E mesmo eu não queria agora, por que esse tempo não é o certo. Não quero cantar pra ti aquela canção, nesse tempo ruim. Se  o tempo certo vier,o por-do-sol vai ser a nossa casa. 
        No agora eu não enxergo, e você não quer me ver."

                     Natã Cavalcante

Se eu pudesse olhar para você que está lendo isso agora, diria para você escutar a música "Medicine" da banda Daughter, por que eu particularmente consigo sentir essa versão(que está no final da postagem) na alma, com toda a simplicidade desse vídeo...



Palhetas

        Nós não sabemos viver. Fizemos tudo errado, desperdiçamos tempo, perdemos coisas, abafamos momentos e e engolimos conversas. Desviamos olhares, quando  o certo era sorrir pra receber outro sorriso de volta. Quantas vezes deixamos de agir, por medo. Medo de sofrer, medo de parecer frágil, medo de ser feliz outra vez. Enfim, somos verdadeiros hipócritas dos nossos sentimentos. Não sabemos quando deixar alguém partir, ou entrar, no nosso coração. Somos incompreensíveis nos gestos. Muitos sorrisos são dados ao vento, e muita tristeza fica presa em um olhar, sem ninguém perceber que você precisa de ajuda.
        Somos criaturas amáveis, de ações gélidas, sensíveis e ao mesmo tempo cruéis uns com com os outros, por que a vida é assim. Deixamos pessoas importantes passarem, ao ficarmos presos a indivíduos passados, a lembranças, itens que jamais irão voltar, e é esse o desespero e dor que você não se livra. Deixe as coisas fluírem. Articule sua mente e seu coração pras coisas boas que te cercam. Tente ver além dos sorrisos.
        Ainda assim, dando esses conselhos, eu sou hipócrita. Tento ser real, expresso meus sentimentos da minha forma, mas ainda não te falei da canção que eu compus pensando em ti. Não te falei que quando eu te abraço, eu sinto o vazio de um beijo. Eu digo "tchau", quando na verdade eu quero dizer "fica mais um pouco". E as trocas de olhares me fazem arriscar que você pensa o mesmo, quando a gente diz "te cuida" parece que a gente tá dizendo "te amo". Quão incompreensíveis e complicadas são essas coisas, não posso nem achar que estou certo ou errado, enfim. Posso estar te perdendo ou tudo não passa de uma mera coisa da minha cabeça.
E assim, sendo quem eu sou, é mais fácil realizar meus sonhos...


Natã Cavalcante

O amor que mais dói é aquele em que existe uma estrada de não sei tantos quilômetros que não há contato, não há beijo e um abraço pra dizer que está tudo bem, coisas que palavras tentam de certa forma demonstrar e confortar a pessoa que você ama. O problema de muitas pessoas é não saber se expressar, no meu caso eu nunca soube me expressar, e ate perdi pessoas por ser assim, por não saber confortar, por não saber acalmar os nervos na hora certa. Não foi por falta de amor. Foi por falta de maturidade.

                                                    Isadora Filgueira


Eu abro a boca pra falar tanta besteira e complexidade sobre mim mesmo, quão transtornado eu estou...
Que porra eu faço pra me manter acordado? Não é por nada, mas eu pareço mais um desesperado a procura de um sentido pra vida...
Não percebi por meses, mas eu saio andando por aí fazendo sei lá o quê pra dizer que eu estou vivendo, e vivendo nem sei como, mas o que eu tenho é tão pouco e escasso. Já tive mais...
Estou buscando...
Estou estranho comigo mesmo. Tô cansado, mas espero que eu tropece em algo por aí, ou que algo tropece em mim. E todo dia de manhã e vou dizendo : "fé".


                                                  Natã Cavalcante'

,



Eu acho que acertei o lugar da vírgula. O detalhe certo que me salvou. Esperar, ah o esperar, como isso é sábio, quando usado cuidadosamente. Através da decepção eu me fiz paciente, mesmo debaixo da tempestade eu fui capaz de parar, e pensar, antes de tomar qualquer decisão. Porque meu amigo, essa vírgula iria virar uma barsa gigantesca que mudaria toda minha vida, estragando-a, provavelmente. E a dor começa a passar. E meu sorriso começa a brotar, e meus pés a tocarem o chão. Agora consigo ver as flores, e os espinhos da rosa, rosa que não possui mais pétalas, só espinhos. É tão bom acordar cedo e se sentir livre...

Coisas que todo menino gosta.


(01) Sorriso bobo. (02) Timidez. (03) Palavras sussurradas no ouvido.(04) Dormir de conchinha. (05) Andar de mãos dadas pela rua. (06)Assistir filme em tardes tediosas de domingo debaixo do edredom. (07)Ganhar colo. (08) Ouvir um “eu te amo” inesperadamente. (09) Ir ao cinema e não prestar atenção no filme. (10) Ser chamado de “bobo”. (11)Maquiagem leve. (12) Guerrinha de travesseiro. (13) Ganhar um cafuné.(14) Mordidinha no lábio inferior. (15) Beijos no pescoço. (16) Ciúmes.(17) Ser chamado de “amor”. (18) SMS durante a madrugada. (19)Discussões que terminam em beijos. (20) Mordidinha na orelha. (21)Beijos logo pela manhã. (22) Dividir o edredom. (23) Demonstrações públicas de afeto. (24) Ser tratado por pronomes possessivos. (25)Massagem nos ombros. (26) Ser abraçado por trás. (27) Confiança. (28)Fazer planos para o futuro. (29) Apostar coisas valendo beijos. (30)Xingamentos carinhosos. (31) Beijos roubados. (32) Arranhões. (33)Dividir a mesma coca-cola. (34) Sair pra comer besteiras. (35) Passar a madrugada jogando conversa fora. (36) Ser usado como travesseiro. (37)Perfume doce. (38) Carinho em dias chuvosos. (39) Mensagens de “boa noite”. (40) Ter uma música que lembra alguém. (41) Bochechas rosadas de vergonha. (42) Ir a um show e ficar abraçadinho enquanto a música rola.  (43) Bagunçar o cabelo da namorada. (44) Garotas que se valorizam. (45) Se sentir amado e único. (46) Garotas vaidosas. (47)Tomar sorvete no Bob’s com ela. (48) Receber cuidados quando está doente. (49) Ter uma garota para amar. (50) Não ser generalizado por atitudes de outros garotos.

Você diz pra si mesmo que está bem. A quem você está querendo enganar?




Natã Cavalcante'

A dor saindo, o sono voltando, sorrisos despercebidos...
Eu acho que é o tempo passando...


                Natã Cavalcante'
   "Se fosse mesmo nada, não haveriam lágrimas no final do dia."
     


Natã Cavalcante'

Saiba ler minha confusão.

Minha cara de perdido, aparência de menino, coisas ao meu redor, e um mundo misterioso me apresentando as cartas do meu destino.
Meus problemas agora estão entre a falta de planos, a solidão, e esses mistérios sobre companhias.
Há quem pense que os companheiros, e estou falando de amor no geral, melhoram sua vida. Está correto. Muitos enxergam erros, e até criticam....
Mas a grande verdade sobre mim, é que eu sempre me sinto sozinho. Posso ser complicado para muitos, mas sei ser sensível.
Depois que deixamos um companheiro a longo prazo, reencontrar os amigos se torna difícil. Voltar para aqueles lugares de sempre, torna-se um desafio. Encontrar velhas coisas, lembranças, é uma superação que não é fácil e demanda tempo.
A chatice dos reencontros, e os velhos motivos estão me deixando entediado. Os assuntos estão ficando velhos, e as pessoas que eu encontro parecem estranhas.
Eu até pareço diferente. Mas não percebi ninguém que me entendesse. Todo mundo está pensando exatamente o contrário da minha consciência.
Então, saibam me decifrar agora, para não me julgarem errado amanhã, eu só quero ter paz nesse momento. E assim, a minha vida continua.

Lembranças


Sou louco por câmeras. Adoro tudo que deixa lembranças. Objetos, cartas, acessórios....
São impactos no pensamento, provocam lembranças e imortalizam momentos. Mas fotos, conseguem fazer isso de uma forma esplêndida, sem defeitos e registram perfeitamente o momento, por isso sou apaixonado por câmeras. Vale ressaltar que eu jogo fora tudo que traz lembranças ruins (:



              Natã Cavalcante'